A história da Bacalhôa
Scroll

A história da

Bacalhôa

Uma das maiores e mais inovadoras empresas vitivinícolas em Portugal.

A Bacalhôa dispõe de adegas nas regiões mais importantes de Portugal: Alentejo, Península de Setúbal, Bairrada, Beiras, Dão e Douro. O projeto implementado nas diversas quintas sob o tema «Arte, Vinho e Paixão» visa surpreender as expectativas mais exigentes.

Sobre
Sobre

100 Anos de Bacalhôa

500 Anos de História

A Bacalhôa, uma das maiores e mais inovadoras empresas vitivinícolas em Portugal, desenvolveu ao longo dos anos uma vasta gama de vinhos que lhe aferiu uma sólida reputação e a preferência de consumidores nacionais e internacionais.

História
História

Presente em 7 regiões vitivinícolas portuguesas

Com um total de 1200ha de vinhas, 40 castas diferentes e 4 centros vínicos (adegas), a empresa distingue-se no mercado pela sua dimensão e pela autonomia em 70% na produção própria. A cada uma das entidades que constituem o Grupo Bacalhôa - Bacalhôa Vinhos de Portugal, S.A, Aliança Vinhos de Portugal, S.A e Quinta do Carmo - corresponde um centro de produção com características próprias e um património com intrínseco valor cultural.

 

É à dinâmica gerada pelo cruzamento destas várias identidades, explorada com recurso à tecnologia mais atual e aos conhecimentos de uma equipa de renome, que o Grupo Bacalhôa, deve a sua capacidade única no competitivo mercado português de oferecer o vinho perfeito para qualquer ocasião.

Cronologia
1922
19 22

A Bacalhôa nasce como João Pires & Filhos, o nome da família que a fundou, para produzir vinho a granel.

1972
19 72

A pedido de Thomas Scoville, Engº António d’Avillez plantou uma vinha na Quinta da Bacalhôa.

1974
19 74

Plantada a 1ª vinha no Palácio da Bacalhôa.

1979
19 79

Surge o 1º tinto Cabernet Sauvignon na Quinta da Bacalhôa.

1981
19 81

Surgiu o 1º vinho branco, em Portugal, com estágio em barricas novas, o famoso Catarina.

1986
19 86

Lançado o vinho Cova da Ursa - 1º Chardonnay português a fermentar em barricas de madeira.

1989
19 89

Aquisição da Quinta dos Loridos.

1990
19 90

Lançamento da marca JP Azeitão.

1998
19 98

O Comendador José Berardo tornou-se o principal acionista e prosseguiu a missão da empresa, investindo no plantio de novas vinhas, na modernização das adegas e na aquisição de novas propriedades.

2000
20 00

O Comendador Berardo compra o Palácio e Quinta da Bacalhôa, em parceria com Rothschild, onde é lançado o vinho Palácio da Bacalhôa.

2005
20 05

A empresa deixa de ter como nome João Pires & Filhos, passando a chamar-se Bacalhôa Vinhos de Portugal, S.A.

2007
20 07

A Bacalhôa adquire as Caves Aliança, um dos produtores mais prestigiados de espumantes e aguardentes.

2008
20 08

No ano seguinte, junta a Quinta do Carmo à família, aumentando a área de exploração agrícola.

2014
20 14

Eleita empresa do ano.

2022
20 22

A Bacalhôa celebra o seu Centenário.

A Bacalhôa tem como missão a produção e comercialização de vinhos de qualidade que façam jus às características específicas das várias zonas vitivinícolas de Portugal e à tradição de produção vinícola do país.

Orgulhamo-nos da nossa gama de vinhos, dimensão e autonomia na produção, alimentados por uma constante aposta na inovação tenológica e no recrutamento de colaboradores experientes. Trabalhamos com determinação e paixão para satisfazer uma clientela internacional em expansão, levando Portugal ao Mundo - um copo de cada vez.

Missão 1